TAG: Melhores de 2018


Olá pessoal! Como estamos no início do ano, eu decidi responder a TAG Melhores de 2018. Ela foi criada pelos igs @coracaodeleitor, @meusbonslivros, @amolivrosblog, @Rafaela.leituraterapia e @livrosdanati la no Instagram, mas eu decidi responder ela aqui no blog. Então vamos lá:

1-Autor favorito do ano: Liv Constantine - A outra Sra. Parrish
A outra Sra. Parrish foi com certeza um dos melhores livros que eu li em 2018, eu fiquei tao presa a leitura que terminei ele em um dia, porque nao conseguia parar de ler. A autora criou uma excelente trama, com personagens muito bem construidos e uma vilã extremamente calculista e fria, de uma forma muito inteligente e uma narrativa cativante. Com certeza foi minha autora favorita de 2018.

2-Livro favorito do ano: A Guerra que salvou a minha vida - Kimberly Bradley
Eu já tinha ouvido muita gente falar desse livro, mas confesso que o que me fez ter vontade de ler, foi saber a história da personagem principal, uma menina que nasceu com o pé torto e vive presa em sua própria casa porque a mãe tem vergonha dela. Mas o livro se mostrou muito mais do que isso, além de nos trazer uma realidade vivida pelas pessoas no meio da Segunda Guerra, ele também nos mostra o mundo novo, pelo olhar de uma menina de 12 anos que sempre viveu presa sem contato com ninguém além de sua mãe e seu irmão. Foi com certeza um dos livros mais tocantes e reflexivos que eu li, e ficou como meu favorito do ano.

3-Melhor protagonista: Grace - Entre Quatro Paredes
Grace tem uma irma com Síndrome de Down que é praticamente sua única família, e tudo que ela faz é em prol de cuidar dela. O que essa protagonista passa para proteger sua irmã, só mostra o quão forte é o seu amor por ela. Uma protagonista excelente, que aprende com seus erros e se mostra uma mulher extremamente inteligente e capaz de qualquer coisa, para manter sua irmã a salvo.

4-Melhor conclusão de saga/trilogia: Fazendo meu filme 4 - Paula Pimenta
Paula Pimenta tem o dom de me fazer ficar apaixonada pelas suas histórias, e esse ano eu decidi reler a série Fazendo meu filme, e como sempre me emocionei demais com a história da Fani e todas as adversidades que ela passa. Fazendo meu filme 4 foi de longe o melhor livro da série, me fazendo ficar com um turbilhão de sentimentos mesmo sabendo tudo o que iria acontecer. Com certeza, foi uma das melhores conclusões de saga que eu já li.

5-Melhor vilão: Amber - A outra Sra. Parrish
E aqui, cito mais uma vez A outra Sra, Parrish para falar dessa vilã. Claro que eu passei o livro inteiro odiando a Amber, mas o que faz dela a melhor vilã de 2018 é o quão inteligente, calculista e fria ela é. Ela planeja tudo nos mínimos detalhes de uma forma que não tem como dar errado, e não se arrepende nem um pouco do que faz para atingir seus objetivos, eu nao via uma vilã tao bem construída assim desde a Amy de Garota Exemplar.

6-Melhor casal: Lara Jean e Peter Kavinsky - Trilogia Para todos os garotos que já amei
Um dos casais mais comentados de 2018. Quem nao shippou horrores esses dois, tanto no filme quanto nos livros? Eu fiquei rendida por eles desde o inicio, shippei, sofri e me apaixonei por esses dois lindos, e com certeza ficaram marcados como meu casal de 2018.

7-Melhor coadjuvante: Haymitch - Jogos Vorazes 
Nao foi difícil decidir o melhor coadjuvante, foram poucos os livros que eu li em 2018 que tiveram um bom, mas ninguém foi mais lembrado por mim do que o Haymitch. Inicialmente é meio difícil ter uma simpatia por ele, mas ao longo do livro você passa a entender as decisões e comportamentos de um homem que a cada ano tem que treinar dois jovens e que acaba vendo-os morrer na arena dos jogos, é dificil nao ter empatia e se render ao Haymitch.

8-Livro que mais te fez refletir:Quarto de despejo - Carolina Maria de Jesus
Eu conheci esse livro em 2014, quando ainda estava no Ensino Médio, mas só esse ano eu consegui ter a oportunidade de ler, e gente, que livrão. Quarto de despejo é um diário da Carolina Maria de Jesus, uma catadora de papel, que relata o seu cotidiano cruel na favela. Carolina retrata a dificil vida que leva, e me fez refletir muito sobre as diferenças de classe, sobre como eu nunca passei por situações nem um pouco parecidas com as que ela passou. É um livro que escancara uma realidade muitas vezes nao vista, com certeza um livro que merece ser lido. E eu queria dar destaque ao fato deles terem mantido as palavras da forma como ela escrevia, muitas vezes com erros de ortografia, mas que fazem o leitor se sentir mais conectado a personagem.

9-Livro que te fez chorar: O diário de Myriam - Myriam Rawick
Escolher o livro que me fez chorar foi uma tarefa bem dificil, já que vários livros me fizeram chorar, até porque eu choro facilmente com livros. Mas O diário de Myriam merecia estar aqui, pois foi de longe o livro que mais me fez chorar, saber a realidade de um povo que enfrenta uma guerra pelos olhos de uma menina de 13 anos, com certeza me faria chorar. A cada novo relato que eu olhava a data, eu percebia como o resto do mundo estava de olhos fechados para a Guerra Civil que acontecia no país, e isso só me fazia chorar cada vez mais, e muitos desses relatos ocorreram durante a Copa do Mundo de 2014, enquanto boa parte do mundo estava sentado em frente a TV.

10-Livro que menos gostou: Tarde Demais - Coleen Hoover
Acredito que Tarde Demais tenha sido o livro mais polêmico de 2018. Eu vi inúmeras resenhas negativas sobre o livro, e mesmo assim decidi tirar minhas próprias conclusões. E posso afirmar, sem sombra de duvidas, que esse foi o pior livro que eu li. Nao é nada contra a autora, mas o livro foi muito ruim. Uma história com uma narrativa bem pesada, personagens mal construidos, problemáticos, e que você simplesmente nao consegue gostar de nenhum. Com certeza, nao tinha como esse livro dar certo.

Mas e vocês? Quais seriam os livros que vocês colocariam?

Enviar um comentário

My Instagram

Copyright © Colecionando Palavras . By OddThemes and modified by Thayline Vargas.